Homem é esfaqueado durante encontro de app de namoro e agressor alega que teve um surto psicótico

O crime aconteceu em Palmas após vítima e suspeito marcaram encontro por meio de um aplicativo de namoro. Caso é investigado pela Polícia Civil.

Compartilhe:

O encontro planejado por meio de um aplicativo de namoro acabou com um homem de 32 anos sofrendo múltiplos golpes de faca. O crime ocorreu em Palmas e resultou na prisão em flagrante de um suspeito de 22 anos, que pagou fiança e vai responder ao processo em liberdade.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Conforme informações fornecidas pela Polícia Civil, a vítima e o suposto agressor se conheceram através do aplicativo de relacionamento e combinaram um encontro na madrugada do último dia 18 de fevereiro, em uma área de chácaras na Arno 72, antiga quadra 605 Norte.

O suspeito, identificado como Thiago Malhão Borges, de 22 anos, alegou ter tido um surto psicótico e não se lembrar do ocorrido. A vítima foi socorrida pelo tio do agressor e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento.

Homem é esfaqueado durante encontro de app de namoro e agressor alega que teve um surto psicótico
Foto: Reprodução

De acordo com a polícia, ambos ingeriram bebida alcoólica e em determinado momento, o suspeito pegou uma faca e desferiu vários golpes na vítima em várias partes do corpo.

O crime foi registrado na madrugada do dia 18 de fevereiro. A vítima foi socorrida e levada para a UPA Norte. Na ocasião, policiais militares que estavam na unidade de saúde ouvindo a vítima foram informados de que Thiago estava próximo à Academia de PM para se entregar. A faca usada no ataque também foi apreendida.

O suspeito foi submetido a uma audiência de custódia, representado pela Defensoria Pública. Em nota, a DP afirmou que não comenta decisões judiciais envolvendo seus assistidos, mas ressaltou que atua em defesa das garantias constitucionais de todos os cidadãos.

Acusado de lesão corporal grave, Thiago pagou fiança de R$ 2.824, equivalente a dois salários mínimos, e foi liberado para responder em liberdade. Na audiência, também foi estabelecido que o suspeito cumpra as seguintes medidas cautelares:

  • Não sair da cidade sem aviso prévio
  • Comparecer mensalmente ao tribunal para justificar suas atividades
  • Usar tornozeleira eletrônica

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

A 3ª Delegacia de Polícia de Palmas continua investigando o caso e, segundo a Polícia Civil, a vítima foi submetida a exames periciais, mas o laudo ainda não foi concluído.