Mulher é presa por simular o próprio sequestro para extorquir família e conseguir pagar pessoa que prometia ‘devolver’ o amor da vida dela

Segundo a polícia, foram pagos cerca de R$ 15 mil pelo falso sequestro. Parentes pegaram dinheiro emprestado para ajudá-la ao acreditarem que ela devia traficantes.

Compartilhe:

Uma mulher foi presa suspeita de planejar seu próprio sequestro para extorquir dinheiro de sua família. De acordo com a Polícia Civil de Goiás, ela encenou um falso sequestro por supostos traficantes, alegando que precisava de dinheiro para pagar uma pessoa que prometia ‘recuperar’ o amor de sua vida.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo o o delegado Glênio Ricardo, ela conseguiu angariar cerca de R$ 15 mil de seus parentes, que chegaram a pegar empréstimos para ajudá-la.

A prisão da mulher, cujo nome não foi divulgado pela polícia, ocorreu na segunda-feira (5), em Jaraguá, na região central de Goiás. O caso foi comunicado às autoridades pela mãe da suspeita, que procurou a delegacia em busca de auxílio. Segundo o relato da mãe, a filha havia saído para o trabalho cedo e, algumas horas depois, enviou uma mensagem informando ter sido sequestrada por traficantes.

“[Ela disse que] eles exigiam, como resgate, a quantia de R$ 3,5 mil, ameaçando matá-la caso não fosse paga”, detalhou a polícia, narrou a mãe da suspeita.

O delegado explicou que antes de simular o falso sequestro, a mulher já havia solicitado dinheiro emprestado à família dias antes, alegando precisar saldar dívidas com tais traficantes.

“A família, preocupada, começou a pedir empréstimos a várias pessoas e já havia repassado mais de R$ 15 mil para a suposta vítima”, relatou a Polícia Civil.

Segundo o delegado, após sua detenção, a mulher confessou que não havia sido sequestrada. Além disso, admitiu ter entregue um total de R$ 11 mil à pessoa que prometera ‘recuperar’ o amor de sua vida, mas alegou que ainda faltava uma parte do valor a ser paga.

“Ela já havia entregado R$ 11 mil, mas solicitou mais R$ 3,5 mil. Para tentar obter esse dinheiro adicional dos familiares, ela forjou o sequestro”, acrescentou Glênio.

A mulher foi presa por extorsão na residência de sua avó, que não tinha conhecimento do crime, e permanece à disposição da Justiça. A polícia informou que a investigação continua para confirmar as informações fornecidas pela suspeita sobre o destino do dinheiro.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp