Onda de calor: 12 capitais devem ter temperaturas acima de 35ºC neste domingo

Em Cuiabá, os termômetros podem bater 42ºC e em Palmas (TO) podem chegar a 39º. Devido a essa situação, o Inmet emitiu um alerta de "grande perigo".

Compartilhe:

Neste domingo (24), o segundo dia primavera no Brasil, está previsto que doze capitais enfrentem uma onda de calor com temperaturas acima de 35°C. Em Cuiabá, no Mato Grosso, os termômetros podem chegar 42°C, conforme informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Campo Grande (MS) e Palmas (TO) também devem enfrentar calor intenso, com termômetros chegando a 39°C.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A onda de calor, que começou na segunda-feira (17), nos últimos dias do inverno, intensificou-se e trouxe temperaturas acima da média para 11 estados e o Distrito Federal. Devido a essa situação, o Inmet emitiu um alerta de “grande perigo”.

Por do sol em Palmas (TO) - Foto: Auro Giuliano
Por do sol em Palmas (TO) – Foto: Auro Giuliano

O alerta vermelho, segundo o instituto, é emitido quando se espera um fenômeno meteorológico de “intensidade excepcional, com grande probabilidade de ocorrência de grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou até mesmo à vida humana”. Essa alerta estará em vigor até as 18h de terça-feira (26).

Previsão para algumas capitais:

Norte:

  • Palmas: mín. 24°C/máx. 39°C;
  • Belém: mín. 24°C/máx. 34°C;
  • Boa Vista: mín. 26°C/máx. 38°C;
  • Macapá: mín. 25°C/máx. 34°C;
  • Manaus: mín. 25°C/máx. 35°C;
  • Porto Velho: mín. 24°C/máx. 37°C;
  • Rio Branco: mín. 23°C/máx. 37°C.

A Climatempo prevê que temperaturas iguais ou superiores a 40°C continuarão sendo registradas “por vários dias” em várias áreas, incluindo o norte do Paraná, oeste e norte de São Paulo, oeste de Minas Gerais (incluindo o Triângulo Mineiro), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, oeste da Bahia, interior do Maranhão, interior do Piauí, Tocantins, sul/leste do Pará e Rondônia.

No entanto, a meteorologista Estael Sias, da MetSul, observa que o calor intenso diminuirá em algumas áreas já no início da semana seguinte, mas persistirá em outras regiões ao longo da semana.

Nordeste:

  • Teresina: mín. 23°C/máx. 38°C;
  • Fortaleza: mín. 24°C/máx. 33°C;
  • Maceió: mín. 22°C/máx. 31°C;
  • João Pessoa: mín. 23°C/máx. 30°C;
  • Natal: mín. 23°C/máx. 30°C;
  • Recife: mín. 23°C/máx. 31°C;
  • Salvador: mín. 23°C/máx. 31°C;
  • São Luís: mín. 25°C/máx. 33°C;
  • Aracaju: mín. 23°C/máx. 30°C.

Centro-Oeste:

  • Cuiabá: mín. 28°C/máx. 42°C;
  • Campo Grande: mín. 26°C/máx. 39°C;
  • Goiânia: mín. 22°C/máx. 38°C;
  • Brasília: mín. 20°C/máx. 34°C.

Sudeste:

  • Rio de Janeiro: mín. 22°C/máx. 38°C;
  • Belo Horizonte: mín. 19°C/máx. 35°C;
  • São Paulo: mín. 20°C/máx. 35°C;
  • Vitória: mín. 22°C/máx. 33°C.

Sul:

  • Porto Alegre: mín. 17°C/máx. 21°C (com chuva e alerta para transtornos);
  • Florianópolis: mín. 20°C/máx. 32°C;
  • Curitiba: mín. 19°C/máx. 33°C.

A Climatempo explica que esse padrão de calor extremo é resultado de um bloqueio atmosférico que se estabeleceu sobre as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste, impedindo que uma frente fria sobre o Rio Grande do Sul avance para essas áreas.