Mulher é espancada e tem dedo cortado até o osso pelo companheiro em Paraíso do Tocantins

Vítima denunciou caso e medida protetiva foi concedida. Agressor não pode se aproximar da mulher a uma distância de 200 metros.

Compartilhe:

Uma mulher de 29 anos foi vítima de violência doméstica em Paraíso do Tocantins, na região central do estado, sofrendo agressões físicas severas por parte de seu companheiro. Além de ter sido alvo de socos e pontapés, ela também foi ferida com uma facada na mão, resultando na exposição do osso do dedo. Diante desses acontecimentos, a vítima acionou as autoridades e, como medida de proteção, a Justiça emitiu uma ordem de restrição em seu favor.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Os atos de violência tiveram início na noite de domingo (13). De acordo com o relato feito à Polícia Civil pela vítima, o suspeito a agrediu com socos e chegou a usar uma cadeira como arma. Além disso, a mulher foi esfaqueada e teve seu dedo polegar quebrado.

Logo após, o agressor acompanhou a mulher até o Hospital Regional de Paraíso, permanecendo do lado de fora da unidade. Ao retornarem para casa, a agressão continuou.

Na manhã seguinte (14), a mulher foi até a casa de sua mãe acompanhada do companheiro. No entanto, ao chegar lá, ela impediu a entrada dele e manifestou sua decisão de não voltar para casa com o agressor. A mulher relatou à polícia, que o homem pulou o muro, a agrediu novamente puxando seus cabelos e fez ameaças de morte contra sua mãe e padrasto. Logo após esses eventos, o agressor fugiu.

Na tarde do mesmo dia, a 1ª Vara Criminal de Paraíso do Tocantins emitiu uma medida protetiva em benefício da mulher. Conforme a ordem judicial, o agressor está proibido de se aproximar dela a uma distância de 200 metros e de manter qualquer tipo de contato. Adicionalmente, o companheiro é obrigado a participar de reuniões educativas promovidas pelo Grupo Gestor das Equipes Multidisciplinares do Tribunal de Justiça, além de manter seu telefone e endereço atualizados.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.