Morre idosa que foi atropelada duas vezes por motorista durante briga em Goiás

Confusão aconteceu na porta de uma distribuidora de bebidas, em Goiânia. Polícia disse que Anália Mendanha não tinha nada a ver com a briga. Motorista foi preso.

Compartilhe:

A idosa que foi atropelada duas vezes por um motorista durante uma briga em frente a uma distribuidora em Goiânia, morreu na noite de domingo (5). Anália Mendanha, de 67 anos, estava internada em estado crítico no Hospital de Urgências de Goiás. Ela sofreu uma parada cardiorrespiratória, não resistindo ao seu estado grave. A Polícia Civil esclareceu que ela não estava envolvida na confusão que ocorreu no estabelecimento.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O atropelamento na quinta-feira (2) e foi registrado por uma câmera de segurança. O motorista, cuja identidade não foi revelada, foi detido na sexta-feira (3) pela Polícia Militar e encaminhado à Central de Flagrantes. Após uma audiência de custódia, sua prisão foi convertida em preventiva.

Assista o vídeo; imagens fortes:

As imagens mostram o momento em que o motorista atropela Anália Antônia Mendanha, de 67 anos, duas vezes com seu carro.

Confusão aconteceu em frente a uma distribuidora. Vídeo mostra o momento em que o suspeito atropela Anália Mendanha que não tinha nada a haver com a briga. Ela está internada em hospital de Goiânia.
Foto: Reprodução

Desde o início, a Polícia Militar esclareceu que a mulher atropelada não era o alvo pretendido pelo motorista. A tenente Rhaianna Iannari detalhou que, quando abordado, o suspeito relatou que havia bebido e discutido com homens presentes na distribuidora, e que seu objetivo era atropelá-los.

“Ele afirmou que estava acompanhado de sua esposa e que ambos haviam consumido uma grande quantidade de álcool. Em um determinado momento, eles entraram em uma discussão com outros homens que estavam na mesma distribuidora de bebidas”, disse a tenente.