Jovem morre após cair enquanto tentava escalar tela para pegar bola de futebol em Goiás

Segundo o pai, ele ficou 13 dias internado em uma UTI, mas não resistiu. Luciano Damasceno da Silva Filho, de 22 anos, morreu no último domingo.

Compartilhe:

Luciano Damasceno da Silva Filho, de 22 anos, morreu após sofrer uma queda enquanto tentava escalar uma tela em um campo de futebol para pegar uma bola em Goianésia, região central de Goiás. Ele ficou 13 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos, informou seu pai.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

“Toda segunda-feira ele ia até esse campo para tentar pegar uma bola de futebol para ele. Ele não jogava bola no local, mas pegava as bolas que caíam no telhado do vestiário”, explicou o pai, Luciano Damasceno.

O acidente ocorreu no dia 20 de maio, no Módulo Esportivo Pedro Volner. Luciano foi socorrido e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade, mas devido à gravidade dos ferimentos, foi transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, em Goiânia. Ele faleceu no último domingo (2), às 00h02.

A Prefeitura de Goianésia lamentou a morte do jovem e informou que os responsáveis pelo Módulo Esportivo prestaram assistência aos familiares. A prefeitura também destacou que o jovem subiu na rede de proteção sem autorização do zelador e do técnico esportivo, e enfatizou a importância de seguir as normas de segurança para evitar tragédias futuras.

O pai de Luciano registrou a morte do filho na Central de Flagrantes da Polícia Civil de Goiânia, e o caso será investigado. À polícia, ele relatou que Luciano caiu de uma altura de aproximadamente cinco metros.

“Foi falta de segurança. No local tinha vigilantes que permitiram que meu filho subisse na tela. Eu preferia ter buscado meu filho na delegacia, se o que ele fez fosse errado, do que na UPA sabendo que ele ia morrer”, desabafou o pai.

Segundo a Polícia Civil, a guia de encaminhamento de cadáver apontou “choque misto” como a causa determinante da morte, com “lesão tronco encefálica e infecções nosocomiais” como causas consequentes.

Nota da Prefeitura de Goianésia na íntegra:

“A Prefeitura de Goianésia, por meio da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer, lamenta profundamente o triste acidente ocorrido no Módulo Esportivo Pedro Volner em 20 de maio. Um jovem, que se tratava de uma pessoa com deficiência, subiu sem autorização do zelador e do técnico esportivo, na tela de proteção e, infelizmente, caiu, vindo a óbito neste fim de semana.

Nossos sentimentos estão com os familiares e amigos do jovem nesse momento difícil. A Prefeitura de Goianésia reforça que as autorizações para o uso do espaço pela comunidade devem ser obtidas exclusivamente através da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer. Além disso, o acesso da comunidade ao local é permitido apenas para atividades dentro do horário previsto, das 18h às 23 horas.

Os responsáveis pelo Módulo Esportivo prestaram toda a assistência necessária aos familiares. Reforçamos a importância de seguir as normas de segurança para evitar tragédias como essa no futuro.”