Jovem aluna da Apae é encontrada em córrego após ficar três dias desaparecida em Araguaína

Natália Pires Aguiar, de 24 anos, estava debilitada e foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína. Grupo de moradores, bombeiros e exército participaram das buscas.

Compartilhe

A jovem Natália Pires Aguiar, de 24 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (7) em Araguaína, no norte do Tocantins, foi encontrada na tarde desta segunda (10). Ela estava dentro de um córrego numa área de mata quando foi resgatada pelo Exército e por uma equipe da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que ajudava nas buscas.

Natália tem uma deficiência intelectual e por isso precisa de acompanhamento. Ela estava debilitada, mas não apresentava ferimentos aparentes. Um vídeo feito momentos após o resgate mostra Natália caminhando na mata com a ajuda de duas pessoas enquanto um militar usa um facão para limpar a área.

Após de ser socorrida, Natália foi levada pelo Corpo de Bombeiros para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde fará avaliações médica.

Nesta segunda-feira (10) militares do Exército e um cão reforçaram as buscas que já tinham sido iniciadas por bombeiros e grupos de voluntários no domingo. Preocupada, a mãe da jovem falou que não conseguia comer e dormir sem saber o paradeiro da filha.