Idoso é indiciado por tentar matar 2 pessoas com golpes de faca por ciúmes da filha de 17 anos

O caso aconteceu em Santa Fé do Araguaia, no norte do Tocantins. Segundo a polícia, o homem de 61 anos tinha como alvo jovem que conversava com a filha.

Compartilhe:

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava duas tentativas de homicídio chegou ao seu desfecho com o indiciamento de um idoso de 61 anos como suspeito. Segundo o documento, ele é acusado de ter esfaqueado um homem e de ter tentado atacar outro que estava conversando com sua filha de 17 anos. A ocorrência foi na cidade de Santa Fé do Araguaia, no norte o estado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com informações da polícia, o crime aconteceu em 23 de outubro deste ano, na residência da ex-companheira do idoso. As investigações apontaram que o homem havia sido convidado a comparecer ao local, onde testemunhou sua filha conversando com um jovem de 27 anos.

Ainda de acordo com as investigações, movido por ciúmes de sua filha, o suspeito perdeu o controle e se comportou de forma agressiva com as pessoas presentes na casa. Ele saiu e retornou armado com uma faca, com a intenção de ferir o homem que estava conversando com sua filha.

Quando não conseguiu atingir seu alvo inicial, ele se voltou para outro homem, de 33 anos, presente na casa. Essa vítima foi ferida na região abdominal e sobreviveu após ser socorrido e levado para o Hospital Regional de Araguaína.

Logo após o crime, o idoso foi detido em flagrante pela Polícia Militar e encaminhado à Central de Atendimento da Polícia Civil em Araguaína. Ele foi formalmente acusado de dupla tentativa de homicídio qualificado e permanece sob prisão preventiva na Unidade Prisional Regional.

O crime é classificado como um crime hediondo, e o processo investigativo, concluído nesta segunda-feira, foi encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para dar continuidade ao processo legal.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.