Homem fica contra casamento e esfaqueia filha, genro e esposa no interior do Tocantins

Caso aconteceu em Pequizeiro. Homem teria atacado a família após saber que a filha dele e o namorado irão se casar. Ele foi preso.

Compartilhe:

Um agricultor de 45 anos foi preso pela Polícia Militar depois de esfaquear a própria esposa, também de 45 anos, sua filha adolescente de 17 anos e o namorado dela, de 20 anos. O crime ocorreu na tarde de sábado (7) em uma chácara do assentamento Província, localizado em Pequizeiro, no norte do estado.

De acordo com as informações fornecidas pela polícia, o suspeito inicialmente tentou atacar o genro, mas foi impedido pela sogra e a filha, resultando nas facadas contra a esposa e a filha. A residência estava ensanguentada quando os policiais chegaram no local.

O motivo da agressão teria sido a decisão do genro de morar com a adolescente de 17 anos, filha do agricultor, e formar uma família. O agricultor teria reagido negativamente a essa notícia, o que desencadeou a violência.

O homem teria ingerido bebida alcoólica antes de atacar a família. Os relatos das vítimas à polícia descreveram uma sequência de agressões, começando com o estrangulamento do genro até ele perder a consciência, seguido pelo ataque com uma faca. A filha relatou que seu pai tem um histórico de agressões psicológicas e físicas desde sua infância.

O genro afirmou que, após o estrangulamento, acordou com uma faca próxima ao seu rosto, mas foi protegido pela sogra. Ele não tem dúvidas de que teria sido morto se a sogra e a filha não tivessem intervindo.

A esposa também confirmou as agressões e mencionou que, após intervir, seu marido a perseguiu com um facão, mas ela conseguiu se proteger. Ela disse ainda que que há 24 anos sofre violência doméstica por parte do esposo.

O homem após ser levado para a delegacia, alegou não se lembrar do que aconteceu, mas foi autuado por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil e violência doméstica contra a mulher.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.