Homem é preso por agredir esposa grávida com socos, puxões de cabelo e ameaçá-la com uma faca em Porto Nacional

Violência doméstica aconteceu no distrito de Pinherópolis. Com suspeito a PM apreendeu uma carabina adaptada com mira laser.

Compartilhe:

Um homem foi preso por violência doméstica em Porto Nacional. A ocorrência foi registrada no domingo (11), no distrito de Pinherópolis. Segundo a Polícia Militar, ele é suspeito de agredir a própria esposa que está grávida após crise de ciúmes.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com a corporação, uma equipe foi acionada para responder a uma denúncia de violência doméstica e no local encontrou uma mulher na residência de sua mãe. que relatou as agressões.

A vítima contou aos policiais que estava em uma igreja evangélica Pentecostal e, ao finalizar o culto, passou na casa de sua mãe antes de retornar para sua própria residência. Ao chegar em casa, notou que seu esposo, que estava embriagado, manifestou ciúmes e começou a questioná-la sobre o horário de sua chegada, já que o culto havia terminado há algum tempo.

A mulher disse ainda que após explicar a situação, o homem não ficou satisfeito e passou a agredi-la com socos e puxões de cabelo, resultando em sua queda e uma torção no tornozelo direito. Em seguida, o agressor pegou uma faca, o que deixou a mulher amedrontada, levando-a a buscar ajuda de familiares.

A vítima também revelou que, em uma ocasião anterior, o homem havia apontado uma arma longa com uma luz vermelha para ela. Com base nessa informação, os policiais foram até a residência do casal, onde encontraram o homem, que não ofereceu resistência à abordagem policial.

Foto: Divulgação/PMTO

Com a permissão da mulher, foi realizada uma busca no local em busca da arma mencionada, que foi encontrada desmontada dentro de uma mochila, escondida atrás da máquina de lavar roupa. Tratava-se de uma carabina CB, que havia sido adaptada artesanalmente para o calibre 22 mm e estava equipada com uma luneta e mira laser. Também foram encontradas sete munições calibre 22 intactas e quatro cápsulas deflagradas.

Após receber voz de prisão, o homem foi conduzido à delegacia, juntamente com a arma e os objetos apreendidos. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de violência doméstica e posse irregular de arma de fogo.

Já a vítima, devido a gravidez e à necessidade de acompanhamento médico, foi conduzida ao Hospital e Maternidade Tia Dedé, onde recebeu os cuidados necessários.