Homem acusado de matar morador por causa de atraso na devolução de bicicleta é condenado a 12 anos de prisão

Crime aconteceu em setembro de 2012 em Palmas. Alessandro da Silva Souza dormia quando teve a casa invadida e foi golpeado na cabeça com um machado.

Compartilhe

A Justiça condenou a 12 anos de prisão o homem acusado de matar Alessandro da Silva Souza com golpes de machado em Palmas. Segundo denúncia apresentada pelo Ministério Público do Tocantins, o crime aconteceu por causa da demora na devolução de uma bicicleta.

O assassinato foi registrado há mais de 9 anos e a sessão do Tribunal do Júri foi realizada na manhã da última terça-feira (23).

Conforme as investigações, na madrugada do dia 2 de setembro de 2012 o condenado foi à casa da vítima, no Jardim Aureny III, e feriu homem na cabeça usando um machado. Segundo o MP, “o laudo pericial aponta que Alessandro foi golpeado dormindo, o que impossibilitou sua defesa”.

O órgão afirmou que a vítima já tinha se desculpado pelo atraso na entrega da bicicleta.

Durante o júri o homem foi condenado por homicídio qualificado por motivo torpe, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, sem direito de recorrer em liberdade.