Fazendeiros são multados em R$ 3,5 milhões por desmatamento ilegal em 3 cidades do Tocantins

Foram embargados 1.195,914 hectares desmatados nos municípios de Rio Sono, Bom Jesus e Santa Maria do Tocantins.

Compartilhe:

Donos de propriedades rurais foram alvo de multas que totalizaram mais de R$ 3,5 milhões devido ao desmatamento ilegal em fazendas localizadas em Rio Sono, Bom Jesus e Santa Maria do Tocantins. No total, uma área de 1.195,914 hectares desmatados foi embargada.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Essas autuações foram realizadas como resultado de uma operação de fiscalização conduzida por equipes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) no final de outubro. A ação de fiscalização foi desencadeada após uma análise de imagens de satélite de alta resolução.

Foto: Divulgação

Segundo o órgão, dezoito propriedades rurais foram minuciosamente inspecionadas, nas quais havia evidências de desmatamento em áreas de reserva legal, preservação permanente e áreas remanescentes.

A equipe de fiscalização também conduziu 30 procedimentos administrativos, que incluíram a emissão de autos de infração e termos de embargo. A operação recebeu o nome de “Operação Hancornia”, fazendo referência à mangaba, um fruto típico do cerrado.