Esposa é presa por matar mulher e ferir o marido após surpreender os dois ao chegar em casa

Caso foi em Araguaína, no norte do Tocantins e suspeita foi encontrada chorando na calçada. Crime aconteceu após a suspeita chegar em casa e surpreender o marido com outra mulher de 24 anos.

Compartilhe:

Uma mulher foi morta e um homem sofreu ferimentos graves após serem atacados com facadas durante uma briga motivada por ciúmes. A suspeita, identificada como Kelly Diniz da Silva, de 28 anos, confessou o crime e foi presa no local. Crime ocorreu neste domingo (21), no Setor Maracanã, em Araguaína, no norte do estado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A Polícia Militar informou que ao chegar no local, encontrou Kelly sentada na calçada do lado de fora da casa onde a briga teria ocorrido. De acordo com o boletim policial, ela estava chorando e intimidando as pessoas que tentavam se aproximar dela e das vítimas.

Após se entregar, Kelly relatou aos policiais que é casada com a vítima, Romario Pereira da Silva, de 29 anos, e que estava na casa da avó dele cuidando de um parente da família há uma semana. No dia do crime, a suspeita enviou mensagens de texto ao marido informando que precisava buscar alguns pertences na casa onde moravam.

Esposa é presa por matar mulher e ferir o marido após surpreender os dois ao chegar em casa
Foto: Divulgação

Como não obteve resposta, ela foi até a casa e encontrou a vítima feminina tomando banho, desencadeando uma briga. O marido tentou contê-la, mas ela conseguiu pegar uma faca e desferiu golpes, causando lesões no ombro dele.

Em seguida, Kelly atacou a mulher, identificada como Geovanna Victoria Moreira da Silva, de 24 anos, que tentou se esconder na área externa da casa, mas também foi atingida por facadas.

Ambas as vítimas conseguiram correr para fora e caíram na calçada da frente. O Samu foi acionado e constatou a morte de Geovanna no local. O marido da suspeita foi conduzido ao Hospital Regional de Araguaína devido às lesões sofridas. Segundo a PM, ele possui antecedentes por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo.

Marcas de sangue foram encontradas no interior da casa e na área externa dos fundos. A suspeita jogou a faca utilizada no crime em uma área de mata próxima à residência, mas a polícia conseguiu recuperá-la para a perícia.

O Corpo de Geovanna foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Araguaína (IML). Kelly foi conduzida à Delegacia da Polícia Civil de Araguaína, onde foi autuada em flagrante.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.