Em Palmas | Dono de bar tem casa invadida, é amarrado e morto por criminosos

Caso aconteceu no Jardim Aureny III e foi registrado como latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Compartilhe

 

José Orlando Gomes, de 45 anos, foi assassinado a facadas na madrugada desta terça-feira (11) dentro de casa no Jardim Aureny III,  na região sul de Palmas, O crime foi registrado como latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Conforme a Polícia Civil, José Orlando, que era dono de um bar, foi amarrado antes de ser morto. A residência de fica nos fundos do estabelecimento.

Conforme o registro da ocorrência um dos filhos da vítima teria acordado volta de meia noite ao ouvir gritos do pai. Ao tentar socorrê-lo, o jovem encontrou dois homens no local e também foi imobilizado e amordaçado.

Neste momento, José Orlando teria se soltado e reagido. Ele lutou com um dos criminosos e foi golpeado várias vezes com uma faca, sofrendo perfurações no peito e na barriga.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas ao chegar no local homem já estava sem vida.

 Familiar disseram que José Orlando apenas trabalhava e não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime. Após ser ferido, ele ainda passou por uma porta e morreu no quintal em cima de uns entulhos.

O local do crime foi periciado e o corpo do homem foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas informou que já abriu inquérito policial para apurar as causas do latrocínio e identificar autores. Até o momento nenhum suspeito foi preso.