Deputados aprovam recurso ao PL que dá nome do presidente da AL a nova ponte de Porto Nacional

Projeto que nomeia a ponte de Antônio Poincaré, pai do deputado Antônio Andrade, é do também parlamentar portuense Waldemar Júnior. Ricardo Ayres e Júnior Geo votaram contra o recurso.

Compartilhe

Um recurso ao projeto de lei que denomina de Antônio Poincaré a nova ponte de Porto Nacional foi aprovado na Assembleia Legislativa do Tocantins, nesta terça-feira (4). Apresentado pelo deputado Valdemar Júnior (MDB), o recurso foi aprovado pela maioria, com votos contrários de Ricardo Ayres (PSB) e Júnior Geo (PROS). O deputado José Roberto (PT) se absteve da votação.

Antônio Poincaré foi prefeito de Porto Nacional e é pai do atual presidente da Casa, Antônio Andrade (PTB). A nova ponte ainda está sendo construída e vai substituir a antiga que tem o nome de Ponte Dom Alano Marie du Noday. Waldemar justifica a proposta ao legado do ex-prefeito. “Já tivemos problemas políticos, posições contrárias, eu e Antônio Andrade, mas não podemos esquecer o legado que foi deixado por Antônio Poincaré”.

O projeto já havia sido apresentado anteriormente, mas sido arquivado e causa polêmica, não só pela homenagem ao pai do presidente do Legislativo, mas também porque as obras da nova ponte estão em fase inicial. O deputado Júnior Geo defendeu que se aguardasse a conclusão da ponte para então se discutir o nome que seria dado.

“A ponte não existe. Nós estamos votando um projeto de lei para dar nome a uma ponte que não existe. É corriqueiro nesse país a quantidade de obras iniciadas e não concluídas”, declarou Geo.

Alguns parlamentares se comprometeram a aprovar o recurso desde que a antiga ponte seja preservada como patrimônio histórico e turístico. “O que preocupa a comunidade de Porto Nacional é quanto à ponte que já existe com o nome de Dom Alano. A gente tem que ser bem transparente com a comunidade… se a ponte vai ser mantida como patrimônio histórico ou se vai ser demolida”, defendeu Cleiton Cardoso (PTC).

O autor da matéria garantiu que o Governo do Estado se comprometeu a manter a antiga ponte de pé.

Já Antônio Andrade alegou que nunca pediu a Valdemar Júnior que apresentasse tal matéria e também garantiu que a atual ponte será mantida no local. “Será mantida a homenagem ao bispo de Porto Nacional. A atual ponte ainda não está pronta, mas já está meio caminho andado, com pilares sendo construídos. Fico orgulhoso por ter tido meu pai como prefeito de Porto Nacional e ter me dado a oportunidade de ter seu nome e continuidade à vida pública”, disse Andrade.

Com a aprovação do recurso, o PL volta a tramitar normalmente na Casa e será votado em plenário posteriormente.

Poincaré

Antônio Poincaré Andrade foi um jornalista pernambucano que chegou em Porto Nacional no ano de 1956. Se elegeu vereador do município em 1966 e prefeito em 1972, exercendo mandato até o ano de 1977.

Entre suas realizações destacam-se: abertura de ruas e loteamentos urbanos, edificação de praças públicas e de esportes. Reconstruiu os prédios da Delegacia de Polícia e da Cadeia Pública. Proprietário e fundador do periódico Porto Nacional-Jornal que por algum tempo circulou nesta cidade. Instalou uma estação de rádio nesta cidade que infelizmente por falta de competente autorização legal, foi impedida de entrar em funcionamento definitivo.