Corpo de mulher com autismo que estava desaparecida é encontrado em Luzimangues

Desaparecida a três dias, Débora Mayara foi localizada às margens de ribeirão no distrito de Porto Nacional

Compartilhe:

O corpo de Débora Mayara, de 32 anos, que estava desaparecida há três dias, foi localizado nesta terça-feira (19) às margens do Ribeirão Capivara, que liga o Lago da Usina do Lajeado a uma região conhecida como Vale do Amanhecer no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo o Corpo de Bombeiros, há indícios de que a vítima possa ter falecido por afogamento, mas a causa da morte ainda será confirmada pela perícia.

Débora era uma pessoa autista e desapareceu no domingo passado (17). Sua família reside no assentamento Canto Grande. Sua mãe relatou que Débora fazia uso de medicação e, devido ao seu grau de autismo, tinha dificuldades na fala e não reconhecia seu próprio endereço.

Durante o final de semana, as equipes de bombeiros realizaram buscas na área próxima a um córrego seco. No local, foram encontrados um par de chinelos pertencentes a Débora, bem como pegadas. A operação também contou com o apoio de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.