Cantor é preso após confessar sorrindo ter matado a ex a facadas em Goiás; Vídeo

Crime aconteceu em Alexânia, no Entorno do Distrito Federal. Prisão aconteceu logo após a mulher ser assassinada em rua.

Compartilhe:

Um cantor de 48 anos foi preso em Alexânia, no Entorno do Distrito Federal, após confessar, sorrindo, ter matado a ex-companheira de 36 anos a facadas. A Polícia Penal de Goiás divulgou um vídeo em que o homem, identificado como Ademar Castanha e Silva Filho, admite o crime sem demonstrar arrependimento.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Assista o vídeo:

A defesa de Ademar afirmou que, em contato com os advogados, ele se mostrou “completamente abalado e com dificuldades em se recordar dos fatos, tendo em vista que no momento da suposta prática do crime estava sob efeito de drogas e álcool”. Além disso, a defesa argumentou que ele não tinha plena capacidade de entender o caráter ilícito de sua conduta no momento do crime.

Ademar foi preso na quarta-feira (22). No vídeo da prisão, ele aparece algemado dentro da viatura e comenta: “Que bonito, né?” Ao ser questionado pelo policial sobre o motivo do crime, ele afirmou que a mulher o traía há três anos.

“Não estou arrependido. Ela também não estava”, declarou Ademar. Quando informado da morte da vítima, ele respondeu: “Lasque-se ela”.

O suspeito foi preso após testemunhas alertarem as autoridades de que um homem estava esfaqueando uma mulher no centro de Alexânia. Ao chegar ao local, a Polícia Penal encontrou a vítima no chão com ferimentos no tórax e sem sinais vitais. Ademar tentou fugir, mas foi capturado nas proximidades e a faca usada no crime foi encontrada com ele.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Alexânia, onde permanece à disposição da Justiça.