Banco Central anuncia Pix automático; veja como vai funcionar

Disponível a partir de outubro de 2024, essa modalidade do Pix vai permitir o pagamento de despesas que cliente sabe que terá, como parcelas de empréstimos ou contas de luz.

Compartilhe:

O Banco Central informou nesta quinta-feira (7) que o Pix automático entrará em operação a partir de 28 de outubro de 2024. Essa nova modalidade do Pix permitirá que os clientes agendem pagamentos antecipadamente para empresas.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Com o Pix automático, os clientes poderão programar pagamentos, como contas de água e luz, mensalidades escolares, condomínios e parcelamentos de empréstimos. Embora o débito automático já ofereça essa funcionalidade, o Pix automático busca ser mais inclusivo, alcançando um maior número de pessoas.

Ângelo Duarte, chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC, explicou que, atualmente, as empresas precisam estabelecer acordos separados com cada instituição financeira para oferecer débito automático. Com o Pix automático, as empresas poderão fazer um único acordo com um banco que ofereça essa modalidade, facilitando o acesso a mais clientes, independentemente do banco em que têm conta.

O Pix automático não cobrará tarifas para pessoas físicas, enquanto para empresas, a tarifação será resultado de negociação livre entre o banco e a instituição financeira.

O funcionamento do Pix automático ocorrerá da seguinte forma:

  • Para pessoas físicas: Os bancos serão obrigados a oferecer essa modalidade aos clientes.
  • Para empresas: Os bancos terão a opção de escolher se desejam ou não oferecer o Pix automático para determinada empresa.

O processo do Pix automático envolverá a manifestação do cliente à empresa de que deseja usar essa opção de pagamento. A empresa, por sua vez, enviará uma proposta ao cliente, que receberá uma notificação para confirmar a autorização de pagamento via Pix automático.

Outra alternativa seria a empresa enviar a fatura do mês com a opção de pagamento via Pix automático, permitindo ao cliente pagar a conta por meio de QR Code e confirmar se deseja aderir ou não ao pagamento automático.

Além disso, o Banco Central anunciou a obrigatoriedade do Pix agendado recorrente a partir de outubro de 2024. Essa modalidade permitirá pagamentos programados entre pessoas físicas, como mesadas, doações, alugueis e serviços recorrentes.

Carlos Eduardo Brandt, chefe da Gerência de Gestão e Operação do Pix, destacou que alguns bancos já oferecem o Pix agendado aos clientes, mas a oferta não é obrigatória até o momento.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.