Ataque a tiros em escola estadual de SP deixa uma estudante morta e outros três feridos

Aluno de 15 anos entrou armado e disparou contra estudantes na Escola Estadual Sapopemba. Ele foi detido. Uma das vítimas sofreu ferimento na cabeça e não resistiu.

Compartilhe:

Uma tragédia se abateu sobre a Escola Estadual Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, nesta manhã de segunda-feira (23). Uma estudante foi morta e outros três alunos ficaram feridos em um tiroteio. O governo de São Paulo confirmou a ocorrência.

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública, um estudante de 15 anos, que também frequentava a escola, entrou armado no colégio e efetuou disparos. Ele foi apreendido pelas autoridades juntamente com a arma. Ainda não há informação sobre a motivação do ataque nem a origem da arma.

Três estudantes foram atingidos pelos tiros, sendo que a vítima fatal foi baleada na cabeça. As outras duas vítimas foram feridas no tórax e na clavícula. Um quarto aluno ficou machucado enquanto tentava escapar durante o ataque, conforme informado pelo governo estadual.

Foto: Divulgação

Os feridos foram socorridos e encaminhados ao pronto-socorro do Hospital Geral de Sapopemba. Detalhes sobre o estado de saúde deles não foram divulgados.

Por meio de comunicado, o governo estadual manifestou pesar e afirmou que o foco é fornecer assistência às famílias das vítimas.

“Ao longo desta manhã, a Polícia Militar foi acionada para atender à ocorrência na Rua Senador Lino Coelho, por volta das 7h30, após relatos de tiros às 7h20. Um helicóptero da corporação e 20 viaturas da PM foram enviados ao local.”

Pais e responsáveis pelos estudantes foram até a escola após receberem a notícia do ataque. Moradores da região relataram o pânico que tomou conta do local ao ouvir os tiros.

Uma testemunha compartilhou: “Eu moro na mesma rua da escola. Eu estava tomando café para ir trabalhar, e eu e meu irmão ouvimos em torno de três tiros. Meu irmão ouviu gritos, eu subi para o quarto e abri a janela. E vi o pessoal saindo correndo da escola. Fui em frente à escola para saber o que houve, aí soube da notícia. Foi muito rápido.”

Estudante morta tinha 17 anos e estava no 3º ano do ensino médio

A estudante Giovanna Bezerra Silva, de 17 anos, que morreu após ser atingida por um disparo na cabeça por outro aluno, nas dependências da Escola Estadual Sapopemba, Giovanna frequentava o terceiro ano do ensino médio e residia no bairro Jardim Sapopemba, bem próximo à escola.

Foto: Divulgação

A vítima chegou ser encaminhada ao pronto-socorro do Hospital Sapopemba, porém, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.