Acidente envolvendo viatura e carreta mata quatro PMs em rodovia de Goiás: Vídeo

Ocorrência foi na BR-364, em Cachoeira Alta. Polícia Militar informou que os policiais estavam de serviço, em deslocamento, quando se envolveram no acidente.

Compartilhe:

Quatro policiais militares do Comando de Operações de Divisas (COD) morreram em um trágico acidente envolvendo a viatura em que estavam e uma carreta. O acidente ocorreu na quarta-feira (24), na BR-364, em Cachoeira Alta, na região sudoeste de Goiás.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Uma pessoa que passava pela rodovia gravou um vídeo que mostra os veículos envolvidos no acidente tombados fora da via. Assista o vídeo:

Abaixo estão os nomes e os anos em que ingressaram na PM:

  • Subtenente Gleidson Rosalen Abib: 04/04/2012
  • Primeiro sargento Liziano José Ribeiro Junior: 08/07/2008
  • Terceiro sargento Anderson Kimberly Dourado de Queiroz: 18/02/2002
  • Cabo Diego Silva de Freitas: 29/08/2016

Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Rodrigo Freitas, todos os policiais estavam na viatura no momento do acidente. A Polícia Militar esclareceu em comunicado que a equipe estava em serviço e em deslocamento quando ocorreu o acidente.

As primeiras informações dão conta de que três policiais militares morreram no local. Um deles chegou a ser levado para um hospital da região, em estado grave, mas não resistiu e faleceu.

Acidente envolvendo viatura e carreta mata quatro PMs em rodovia de Goiás
Foto: Reprodução

O motorista da carreta foi encaminhado ao hospital, mas seu nome não foi divulgado até o momento desta reportagem. As circunstâncias do acidente está sendo investigada pela PRF.

Em sua nota oficial, a PM expressou condolências às famílias enlutadas e destacou o legado e o compromisso dos policiais falecidos.

“Neste momento de dor, nos solidarizamos com as famílias enlutadas e expressamos nossas mais sinceras condolências. Que encontrem conforto na lembrança do legado e do compromisso desses heróis da segurança pública”, diz a nota.