Acidente envolvendo caminhão e caminhonete mata pai e os dois filhos de 14 e 7 anos em Pindorama

Os dois veículos bateram de frente na TO-262. Duas das vitimas ficaram presas às ferragens e tiveram que ser retiradas pelos bombeiros.

Compartilhe:

Na manhã desta segunda-feira (12), um homem de 52 anos e dois filhos, uma adolescente e um menino, morreram após a caminhonete em que estavam bater de frente com um caminhão. O acidente aconteceu na TO-262, em Pindorama do Tocantins, na região sudeste do estado. Os ocupantes do caminhão ficaram feridos.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A batida foi registrada por volta das 9h. As vítimas são Gilmar Luiz de Oliveira, Ana Clara Nunes de Oliveira, de 14 anos, e Nycolas Gabriel Nunes de Oliveira, de 7 anos. No caminhão, o motorista, de 34 anos, teve fratura no pé esquerdo.

A mulher e o filho de 2 anos também estavam no veículo de carga. Ela reclamou de dores na coluna. Todos receberam atendimento médico e foram levados para o hospital de Pindorama.

Segundo o Corpo de Bombeiros, os corpos de Gilmar e Ana Clara ficaram presos às ferragens e eles não tinham mais sinais vitais. O corpo de Nycolas estava fora do veículo, também sem vida. As vítimas foram retiradas das ferragens.

Pai e filha morreram no acidente – Foto: Reprodução

Testemunhas disseram à Polícia Militar que o caminhão carregado de calcário trafegava no sentido a Pindorama. Ele teria invadido a contramão e atingiu a caminhonete de frente. Ambos os veículos ficaram destruídos com o impacto.

O caminhão chegou a capotar, sair da pista e ir parar a 30 metros de distância do local da batida.

Foto: Divulgação

A perícia também esteve no local do acidente e o Instituto de Medicina Legal (IML) removeu os corpos para a unidade de Porto Nacional. O IML confirmou que as vítimas são pai e filhos.

Gilmar Luiz e seus seus filhos eram de moradores de Porto Nacional. Ele trabalhava em uma empresa de transporte que prestava serviço terceirizado para prefeitura da cidade.

Foto: Divulgação