Suspeitos são presos e 15 cabeças de gado furtadas são recuperadas no Tocantins

Segundo a polícia, os animais furtados seriam comercializados ainda nesta semana em Palmeirópolis. Três suspeitos de furto de gado foram detidos.

Compartilhe

 

Uma ação das forças de seguranças resultou na prisão de três suspeitos de furto de gado na região sudeste do Tocantins. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, os animais foram subtraídos em uma propriedade rural no município de Ponte Alta do Bom Jesus e localizados em Palmeirópolis.

Os animais foram furtados na madrugada desta quarta-feira (15). A ação contou contou com a participação de policiais civil e militares dos municípios de Dianópolis, Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus e Palmeirópolis.

Conforme o delegado Eduardo Nunes, após o produtor rural ser informado que em sua propriedade havia ocorrido o roubo de 15 cabeças de gado ele acionou a Polícia Militar de de Dianópolis e Taguatinga.

“Na ocasião, o caseiro da fazenda informou, ainda muito nervoso, que dois homens o haviam rendido. Só que no decorrer das investigações, ele acabou assumindo participação no furto dos animais”, afirmou o delegado, ressaltando que o homem de 24 anos trabalhava há apenas três meses naquela propriedade rural.

Localização

Após confessar que o caminhão carregado com os animais estava em direção a Palmeirópolis, agentes da Polícia Civil chegaram a um pasto arrendado onde os animais estavam alojados.  A delegada Thuanny Rúbia Ferreira da Silva disse que os dois homens que estavam no local, sendo um de 41 anos e outro de 19 anos, foram autuados em flagrante.

“O arrendatário do pasto não tinha ciência da ação criminosa. De acordo com o depoimento, eles iriam vender os animais nesta quinta-feira (16), data em que estava programado um leilão de gado na cidade”, explica.

Ainda segundo a delegada, após os procedimentos cabíveis, os dois homens foram encaminhados para a Cadeia Pública de Palmeirópolis. A Polícia Civil acredita ainda na participação de mais envolvidos no crime.