Suspeito de manter vítimas em cárcere privado é preso após polícia rastrear celular roubado na ação criminosa

Homem e outro suspeito invadiram uma casa em Marianópolis, no oeste do Tocantins, e renderam seis pessoas. Drogas e arma foram apreendidas e objetos roubados foram recuperados.

Compartilhe:

Um homem foi preso pela Polícia Militar (PM) suspeito de roubo e cárcere privado em Marianópolis, região oeste do estado. A prisão ocorreu no setor Pouso Alegre, em Paraíso do Tocantins, na tarde da última sexta-feira (28).

A polícia chegou até o suspeito após rastrear um celular que havia sido roubado durante a ação. Ele e outro suspeito invadiram uma residência em Marianópolis na madrugada da sexta-feira, renderam seis pessoas e as mantiveram em cárcere privado, ameaçando-as. A dupla é acusada de roubar quatro celulares, dois relógios, joias, dinheiro em espécie, uma motocicleta, entre outros objetos.

Com o homem preso, a PM encontrou R$ 1.058 em espécie, cerca de 8,900 kg de maconha, um revólver calibre 38, seis munições intactas e dois rolos pequenos de papel filme. Além disso, os policiais localizaram na casa os objetos roubados em Marianópolis.

O homem detido e os objetos recuperados foram conduzidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Paraíso. Até o momento, o segundo suspeito do crime ainda não foi preso.