Suspeito de estuprar e engravidar a própria filha no Tocantins é preso em Goiás

Crime aconteceu em 2023, em Porto Nacional e homem estava foragido. A prisão aconteceu em Goiânia e faz parte das ações da Operação Átria, voltada ao combate à violência contra a mulher.

Compartilhe:

Um homem de 35 anos foi preso em Goiânia, Goiás, na quinta-feira (14). Ele é suspeito de estuprar e engravidar a própria filha de 14 anos. De acordo com a Polícia Civil, crime ocorreu em Porto Nacional em 2023.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com a polícia, o caso veio à tona quando a jovem confidenciar a parentes que a gravidez era consequência de abusos sexuais cometidos pelo próprio genitor. Com base na denúncia, foi aberto um inquérito para apurar o caso e, durante a investigação, a polícia apurou indícios de que o acusado havia fugido Porto Nacional.

Devido à seriedade do crime e à fuga do suspeito, a Polícia Civil solicitou sua prisão preventiva e emitiu um mandado de prisão. Após troca de informações com a Polícia Civil de Goiás, agentes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR) localizaram e detiveram o suspeito no setor São José, em Goiânia.

O acusado foi preso e submetido a exame de corpo de delito. e, atualmente, ele se encontra na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia e deverá ser transferido para Porto Nacional, onde responderá pelo crime de estupro.

A detenção aconteceu durante as ações da Operação Átria, uma iniciativa anual que ocorre em março, voltada para a prevenção e combate à violência de gênero. A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e implementada pelas Secretarias de Segurança Pública dos estados, por meio das Polícias Civil e Militar.

Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp