Protesto | Donos de caminhões-pipa cobram dívida pelo abastecimento de cidades durante seca

Compartilhe:

Vários caminhões-pipa no estacionamento na frente da Assembleia Legislativa, em Palmas, chamou a atenção das pessoas que passavam pelo local, na manhã dessa quinta-feira (3). A aglomeração tratava de um protesto dos donos do veículo cobrando dívida de cerca de R$ 4 milhões do estado.  O valor seria referente aos serviços de abastecimento de água feito nos municípios da região sudeste do Tocantins, no período de estiagem do ano passado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo os manifestantes, as viagens para fazer o abastecimento de água começaram em julho e foram realizadas até dezembro. No final de 2017, o governo teria feito o acerto com alguns caminhoneiros, mas 66 deles ainda estão sem receber.

Os donos dos caminhões reclamam pela falta de pagamento, eles alegam que o trabalho foi feito em toda região sudeste do estado e fica difícil manter motorista, combustível e manutenção dos veículos.

A seca na região é uma situação crônica em nos últimos anos foram decretados estado de calamidades por conta da estiagem. No ano passado cerca de 70 caminhões foram contratados pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), para fazer o abastecimento de água.

A ATS ainda não se manifestou sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *