Propaganda com caju que nasce invertido vira piada na web

No vídeo o fruto aparece pendurado pela castanha, sendo que o caju fica preso à árvore pelo pedúnculo, chamada que representa 90% da massa do pseudofruto.

Compartilhe:

Uma propaganda com a atriz Grazi Massafera virou motivo de piada nas redes sociais no fim de semana, pois apresentou uma versão “invertida” do caju. No vídeo promocional de um empresa de cosméticos, o caju aparece preso ao galho da árvore pela castanha. Entretanto, na realidade, o fruto é conectado à árvore através da “carne” do caju, chamada de pedúnculo.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Além da posição incorreta do fruto, observando as folhas, é evidente que a árvore usada na filmagem não é um cajueiro. O vídeo originalmente foi compartilhado nas redes sociais em 3 de outubro.

Assista o vídeo:

Essa campanha faz parte do lançamento de uma linha de produtos para a pele à base de caju. Nas redes sociais, muitas pessoas comentaram sobre o erro da propaganda de forma humorística, enquanto outras criticaram a empresa por lançar uma campanha publicitária sem se informar sobre a aparência do fruto usado em sua linha de cosméticos.

O Instituto Caju Brasil (ICB), fundado em 2018 em Fortaleza, foi um dos críticos da campanha e expressou sua preocupação: “Esperamos, sinceramente, que a empresa possa corrigir o seu erro, através de campanhas compensatórias. O setor já enfrenta diversos problemas, e ter a imagem de sua ‘identidade’ deturpada é muito triste”.

É importante notar que o cajueiro é uma planta nativa do Brasil. Apesar de popularmente ser chamado de fruto, o caju é, na realidade, um pseudofruto, um “falso fruto” – o verdadeiro fruto do cajueiro é a castanha, que se desenvolve a partir do ovário da flor. A parte carnosa do caju é chamada de pedúnculo, e atua como uma espécie de haste entre a planta e o seu fruto. O pedúnculo representa cerca de 90% da massa do caju, o que frequentemente leva a confusões e faz com que seja erroneamente considerado o fruto real.

Foto: Divulgação

A L’Occitane divulgou uma nota explicando que a representação do caju invertido na campanha foi uma escolha da equipe de criação, visando tornar a estética mais lúdica. Eles optaram por não seguir a aparência real do fruto, pendurando-o pela castanha em vez de mostrá-lo na árvore nativa. Segundo a empresa, a decisão faz parte da identidade da marca e busca gerar engajamento nas redes sociais através de um tom de voz leve, bem-humorado e descontraído.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.