Menina de 8 anos tinha saído da escola momentos antes de morrer em acidente

Helloah Barreto estava com o padrasto em uma motocicleta que colidiu co um caminhão no setor Vila Nova, em Porto Nacional.

Compartilhe:

Helloah Ferreira Lima, de apenas de 8 anos, que morreu em um trágico acidente de trânsito em Porto Nacional, tinha acabado de sair da escola momentos antes de tudo acontecer. A informação é da prefeitura da cidade. O acidente ocorreu no setor Vila Nova quando a moto em que o padrasto e a vítima estavam colidiu com um caminhão.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A batida aconteceu nesta segunda-feira (16). O velório está sendo realizado na residência da mãe da menina. Nas redes sociais, a prefeitura de Porto Nacional publicou uma nota de pesar lamentando a morte de Helloah e expressando solidariedade aos familiares e amigos. Segundo o município, a menina frequentava a Escola Municipal Delza da Paixão Pereira.

Acidente

Segundo relatos da Polícia Militar, quando a equipe chegou ao local do acidente, a vítima já estava sem vida. O padrasto sofreu escoriações e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento. Uma testemunha informou aos policiais que escutou o momento em que os veículos colidiram, e em seguida um homem foi até a sua casa com uma criança nos braços pedindo socorro.

Foto: Divulgação

A PM também informou que o motorista do caminhão permaneceu no local para prestar assistência, mas devido à hostilidade da população, foi levado à delegacia.

O padrasto da vítima relatou à polícia que trafegava pela avenida Parnaíba no sentido norte-sul e que, ao atravessar a rua, não percebeu que o caminhão estava cruzando a via, resultando na colisão. Ele explicou aos militares que tentou frear, mas não conseguiu.

O condutor do caminhão também afirmou que tentou frear o veículo ao avistar a moto cruzando a via à esquerda, mas não conseguiu parar a tempo para evitar o acidente.

A Polícia Civil do Tocantins informou que abrirá um inquérito policial para apurar as circunstâncias do acidente.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.