Procon realiza pesquisa de preço do gás de cozinha em 10 cidades do Tocantins

Levantamento foi feito nas cidade de Porto Nacional, Palmas, Araguatins, Guaraí, Gurupi, Paraíso, Colinas, Dianópolis e Tocaninópolis; confira.

Compartilhe:

O Procon realizou uma pesquisa de preços do gás de cozinha em dez cidades do Tocantins, envolvendo 138 distribuidoras, nos dias 12 e 13 deste mês. Segundo o órgão, objetivo da pesquisa é fornecer informações precisas e atualizadas aos consumidores sobre os preços do botijão nessas localidades, permitindo-lhes economizar na hora da compra.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O levantamento identificou que algumas empresas oferecem descontos adicionais para pagamentos em dinheiro. Além disso, ressalta a importância de considerar os preços de entrega, que podem variar dependendo da localidade, destacando a necessidade de pesquisa prévia antes da aquisição.

Veja o resultado das cidades pesquisadas:

  • Palmas: Variação de 17% nos valores, com preços variando de R$ 115,00 a R$ 135,00.
  • Araguaína: Apresentou o maior valor entre as cidades pesquisadas, chegando a R$ 125,00, com uma variação de 19,05%.
  • Araguatins: A menor variação entre os municípios pesquisados, com 0%. Todos os quatro estabelecimentos pesquisados vendiam o produto por R$ 110,00.
  • Guaraí: Variação de 9,09%, com preços entre R$ 110,00 e R$ 120,00.
  • Gurupi: Variação de 14%, com valores variando de R$ 110,00 a R$ 125,00.
  • Paraíso do Tocantins: Variação de 22,73%, com preços entre R$ 110,00 e R$ 135,00.
  • Porto Nacional: Variação de 13,64%, com preços variando de R$ 110,00 a R$ 125,00.
  • Colinas do Tocantins: Variação de 12,38%, com valores entre R$ 105,00 e R$ 118,00.
  • Dianópolis: Variação de 4,17%, com preços entre R$ 120,00 e R$ 125,00.
  • Tocantinópolis: Variação de 0,81%. O produto com o menor valor encontrado ficou na casa dos R$ 124,00, enquanto o mais caro, R$ 125,00.

O Procon destaca a importância de os consumidores realizarem pesquisas antes de adquirir o gás de cozinha, dado a diversidade de marcas disponíveis no mercado. Além disso, em caso de denúncias, os consumidores podem entrar em contato com o Procon por meio do Disque 151 ou pelo Whats Denúncia no (63) 99216-6840, fornecendo informações detalhadas, comprovantes e fotos para apoiar as ações de fiscalização.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.