Policiais civis do Tocantins escalam muro para cumprir mandados de busca contra policiais penais suspeitos de peculato; vídeo

Quatro ordens judiciais de busca e apreensão foram cumpridos em Araguaína, no norte do Tocantins.

Compartilhe:

Durante a Operação Barra Limpa, deflagrada na manhã desta terça-feira (22), em Araguaína, agentes da Polícia Civil precisaram escalar um muro para cumprir mandados de busca e apreensão. Os alvos são policiais penais, investigados pelo crime de peculato, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Ao todo quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelas Polícias Civil e Militar, em endereços de policiais penais, servidores da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça. Um vídeo mostra um policial civil se apoiando em dois colegas para escalar um muro e chamar um dos investigados, que não atendia o chamado da polícia.

Assista o vídeo:

Segundo a polícia, na residência dos investigados foram apreendidos comprovantes bancários, computadores portáteis, pendrives e aparelhos celulares.

Eles são suspeitos de peculato, crime praticado contra a administração pública e que tem como objetivo punir o servidor que, em razão do cargo, tem a posse de bem público, e se apropria ou desvia o bem, em benefício próprio ou de terceiro.

Em nota, a Secretaria Estadual da Cidadania e Justiça (Seciju) informou que apoia a Operação Barra Limpa, que visa coibir a prática crimes contra a Administração Pública, e está colaborando com as investigações da Polícia Civil, tendo como primazia a transparência para os cidadãos tocantinenses referente a quaisquer ações no âmbito deste órgão governamental.