Polícia indicia suspeitos de invadir festa de aniversário, balear pai e filho e roubar 14 pessoas

Crime aconteceu no setor Itaipú em Araguaína, em 2017. Os dois indiciados responde ao processo em liberdade.

Compartilhe:

Dois jovens, ambos de 25 anos, foram indiciados pela Polícia Civil nesta sexta-feira (07) por duas tentativas de latrocínio e vários roubos agravados cometidos. O crime ocorreu em 2017, quando a dupla participou da invasão de uma festa de aniversário no setor Itaipu, em Araguaína, no norte do Tocantins.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O delegado Felipe Crivelaro ressalta que “as penas somadas podem resultar em mais de 30 anos de prisão”.

Segundo as investigações, em 7 de janeiro de 2017, três criminosos invadiram uma festa de aniversário e roubaram 14 pessoas, sendo que duas delas resistiram à ação dos assaltantes e foram baleadas.

Segundo a Polícia Militar, durante a saída dos suspeitos, um homem reagiu e iniciou uma troca de tiros. Ele foi atingido na perna e o filho que estava próximo no braço. Eles foram levados para o Hospital Regional de Araguaína e sobreviveram.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, durante a fuga, os suspeitos abandonaram as motocicletas que estavam usando. Os veículos foram peças-chave nas investigações, que resultaram no indiciamento de dois dos três envolvidos no crime.

Atualmente, os dois indiciados estão em liberdade e, devido à falta de contemporaneidade, a prisão deles não foi solicitada pelas autoridades policiais. “Agora eles serão acusados e intimados a apresentar defesa durante o processo”, informou o delegado, destacando que ambos já são conhecidos no meio policial por cometerem outros crimes na cidade.