Polícia indicia suspeito de decepar a mão de catador de latinhas em Araguaína

Crime aconteceu em maio de 2018. Na época, p suspeito teria desferido um golpe de facão no braço da vítima sem qualquer motivo aparente.
Compartilhe


Após concluir investigados, a Polícia Civil indiciou o suspeito de decepar a mão de um catador de materiais recicláveis, em Araguaína, região norte do Tocantins. O crime aconteceu em maio de 2018, no setor Araguaína Sul. Conforme as investigações a lesão corporal gravíssima foi provocada sem nenhum motivo enquanto a vítima trabalhava.

Segundo o delegado Pedro Nunes Vieira Júnior, a vítima catava latinhas de cerveja para reciclagem, em frente a um bar, quando, aparentemente sem motivo algum, o suspeito identificado apenas pelas iniciais J. S. F., de 31 anos, que bebia no local, pegou um facão que estava no interior de seu veículo e desferiu um único golpe, decepando a mão esquerda da vítima.

Na época o homem disse que tinha sido agredido e ameaçado e que agiu em legítima defesa. Porém, as investigações apuraram que não houve agressão por parte da vítima e que não havia motivo para o ataque.

Além disso o trabalho da perícia, depoimentos de testemunhas, imagens de câmeras de segurança do loca. e a confissão do autor foram importantes para a conclusão das investigações.

Ele foi indiciado por lesão corporal gravíssima. Se condenado o homem poderá ficar preso de 2 a 8 anos.

*Em função do novo Manual de Procedimentos, conhecido no meio como o “decreto da mordaça”, a Polícia Civil não pode divulgar  nomes ou imagens de suspeitos de crimes no Tocantins.

| Recomendado