Polícia Federal autoriza criação de concurso público com 500 vagas para este ano

Compartilhe

A Polícia Federal autorizou, nesta sexta-feira (20), em portaria publicada no Diário Oficial da União, a realização de concurso público para candidatos que possuem nível superior de escolaridade. Na portaria 8.380, é informado que serão abertas 500 vagas para nível superior para os cargos de delegado de polícia federal (150), perito criminal federal (60), escrivão de polícia federal (80), papiloscopista policial federal (30) e agente de polícia federal (180).

De acordo com a PF, o processo de contratação da organizadora do concurso público já está em andamento. O edital deve ser aberto em até seis meses, a contar da data de publicação da autorização.

Os salários iniciais de agente, escrivão e papiloscopista são em torno de R$ 12,5 mil. Já para perito e delegado, as remunerações podem chegar à R$ 23 mil.

O último concurso da PF foi lançado em 2012 e ofereceu 1.200 vagas, sendo 350 para escrivão, 150 para delegados, 100 para papiloscopista, 100 para perito e 500 para agente. A banca organizadora deste concurso foi o realizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Requisitos para os cargos
Para concorrer ao cargo de delegado, os candidatos devem possuir nível superior em direito. Para perito, o edital definirá quais serão as áreas de graduação aceitas nas inscrições. Já para escrivão, agente e papiloscopista, as vagas serão destinadas para qualquer área do nível superior. No site da Polícia Federal é possível ver os requisitos e atribuições de cada cargo.

Previsão de concurso para a PRF
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, no primeiro semestre de 2018 também haverá o concurso com 500 vagas para a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cujo o edital está sendo elaborado.