Polícia diz que jovem desaparecida foi sequestrada e morta a punhaladas por casal no interior do Tocantins

Crime aconteceu em dezembro de 2021. Suspeitos foram presos e confessaram o crime. Thalia de Lima Costa era natural do Pará e estava morando no estado há pouco tempo.

Compartilhe:

Um casal foi preso na zona rural de Goianorte, na região norte do Tocantins, nesta quarta-feira (23). Segundo a Polícia Civil, eles são suspeitos de sequestrarem e matarem a jovem Thalia de Lima Costa, de 24 anos. Thalia desapareceu em dezembro de 2021 em Guaraí, na região centro norte do estado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo a polícia, os suspeitos já confessaram o crime e disseram que o assassinato teve ‘motivação passional’. Eles não tiveram os nomes divulgados, apenas as iniciais M.K.R.S., de 28 anos, e seu companheiro C.L.N.C, de 20 anos.

Conforme as investigações, Thalia teve um relacionamento com o homem de 20 anos e isso despertou os ciúmes da mulher de 28 anos, que já namorava com o rapaz na mesma época.

Após a prisão, os dois teriam indicado para a Polícia Civil o local onde teriam escondido o corpo de Thalia, um matagal entre as cidades de Guaraí e Colméia. Na casa dos dois foram apreendidos celulares, quatro armas de fogo e o punhal supostamente utilizado no assassinato de Thalia.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A jovem era paraense e estava morando no Tocantins há pouco tempo para trabalhar. Ela foi sequestrada no dia 11 de dezembro de 2021, nas proximidades de um motel. A investigação do crime foi realizada pela Divisão Especializada em Investigações Criminais (DEIC) de Guaraí em parceria com a Divisão de Homicídios de Palmas.

O corpo encontrado foi recolhido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) para que a identidade seja confirmada pelos exames necessários em situações do tipo.

Segundo o delegado do caso, Adriano Carrasco, a investigação foi intitulada de ‘Operação Hera’ em referência ao caráter passional do crime. Segundo a mitologia grega, Hera é apontada como a esposa de Zeus, retratada ainda como ciumenta e agressiva contra qualquer relação extraconjugal.

Casal apontou o local onde a jovem foi enterrada – Foto: Divulgação/Polícia Civil