Polícia divulga cartaz de procurado de homem suspeito de matar companheira a facadas

Crime aconteceu em Araguatins, no norte do Tocantins. Vítima chegou alertar a alertou irmã sobre ameaças do companheiro Moacy Barbosa antes do crime: 'Se aparecer morta foi ele'.

Compartilhe:

A Polícia Civil procura pelo principal suspeito do assassinato de sua companheira, Nely da Silva, ocorrido em Araguatins, no Bico do Papagaio, no norte do estado. As investigações apontaram que o suspeito, identificado como Moacy Barbosa Alves, de 48 anos, havia proferido ameaças durante os frequentes desentendimentos do casal, alertando a vítima para o risco de ser vítima de um crime.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O crime ocorreu na noite de 2 de março deste ano. Moacy é apontado como o autor do feminicídio. Segundo as investigações, o relacionamento do casal era marcado por constantes conflitos e, dias antes do assassinato, Nely relatou os problemas à sua irmã, destacando o temor de que “se eu aparecer machucada ou morta, foi ele quem me matou”.

Residindo juntos em uma casa na Vila Madalena, o casal teve uma discussão no dia do assassinato. Testemunhas vizinhas relataram ter ouvido gritos e pedidos de socorro vindos da residência do casal. Ao chegarem à casa, encontraram Nely morta a facadas. O suspeito fugiu e encontra-se atualmente foragido.

Como Moacy ainda não foi localizado, a polícia divulgou um cartaz informando que ele está sendo procurado pelo crime de feminicídio. Qualquer informação sobre seu paradeiro pode ser comunicada à 1ª Delegacia de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (DEAMV – Araguatins) pelos telefones (63) 99124-3664 e (63) 98118-9091. A identidade do informante será mantida em sigilo.