PM de Goiás captura suspeito de matar mulher no Tocantins e dizer que ela tinha caído da cama

Prisão aconteceu em Goiânia, durante patrulhamento. Marcléia Pereira de Moraes foi agredida e morreu no hospital.

Compartilhe

Policiais Militares de Goiás prenderam um foragido da Justiça suspeito de matar a esposa em Araguaína (TO), nesta quarta-feira (20). A prisão aconteceu durante patrulhamento no Parque Santa Rita, em Goiânia. A vítima foi agredida e morreu em um hospital. Na época, o homem chegou a dizer que o ferimento tinha acontecido após ela cair da cama.

O crime aconteceu na madrugada do dia 31 de dezembro de 2019. Marcléia Pereira de Moraes trabalhava em uma banca de tapioca junto com o marido. Segundo a polícia, os dois tiveram uma discussão e foram para casa. Lá, o companheiro da vítima, Jairo Gomes Lima, a agrediu. Ela precisou ser encaminhada com vários ferimentos para uma unidade de saúde.

Na ocasião, Jairo Gomes Lima teria dito informalmente aos policiais militares que ela teria caído da cama e se machucado. No dia seguinte, Marcléia morreu. O companheiro não tinha sido localizado desde então.

Jairo foi abordado pelos policiais durante um patrulhamento pelo bairro de Goiânia. Ao verificar os documentos dele, a equipe descobriu que ele tinha o mandado de prisão em aberto por feminicídio.

Ele foi levado para a Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), onde foi registrado o cumprimento do mandado de prisão e, em seguida, o suspeito foi levado para a Delegacia de Capturas, onde vai aguardar até ser transferido para Araguaína.