Peixes aparecem mortos em barragem de fazenda que retém água para irrigação de lavouras no sul do Tocantins; vídeo

Estação elevatória fica no rio Dueré. Caso está sendo apurado pelo Naturatins.

Compartilhe:

Milhares de peixes apareceram mortos numa barragem em Dueré, na região sul do estado. A estação elevatória é utilizada para reter água destinada a irrigação de lavouras e fica dentro de uma fazenda. Imagens feitas por moradores mostram que havia pouca quantidade de água descendo o rio quando os peixes começaram a aparecer mortos.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Assista o vídeo:

Segundo o secretário de meio ambiente do municpipio, Marques Augusto Carneiro, na cidade existem quatro estações elevatórias e todas são legalizadas. Ele afirmou que esteve no local da morte de peixes há uma semana e a situação estava normal, mas na quinta-feira (27) começou a receber imagens mostrando a morte dos peixes.

“Eu acredito que ou foi um erro de operação ou fizeram porque quis fazer. Alguma coisa de errado aconteceu com ela. Só o Naturatins ou os órgãos responsáveis vão saber o que aconteceu aí”, disse.

Nas imagens é possível ver a estação elevatória praticamente fechada e muitos peixes mortos abaixo da barragem. Outro vídeo mostra a água parada e os animais boiando na água.

De acordo com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o fato aconteceu na estação elevatória da fazenda Badú. O instituto informou que enviou uma equipe para vistoriar o local. De acordo com o órgão, as barragens devem manter 25% da vazão da barragem.

“Uma equipe está averiguando o que pode ter motivado a morte de peixes em uma estação elevatória do município de Dueré. Ainda não há um laudo conclusivo sobre o ocorrido. Os dados serão analisados e tomadas as providências cabíveis”, afirmou em nota.