Paciente tenta agredir funcionário do HGP com suporte do soro após pedido para diminuir som de celular

Secretaria de Estado da Saúde afirmou que ele estava "incomodando os outros pacientes da ala" do hospital. A unidade não tem seguranças e a polícia precisou ser chamada.

Compartilhe

Um paciente que estava internado no Hospital Geral de Palmas (HGP) provocou uma confusão e precisou ser retirado da unidade hospitalar antes da alta médica após causar uma confusão. Segundo a Secretaria de estado da Saúde (SES), ele estava com o som do celular muito alto, incomodando outros pacientes da ala, e ameaçou agredir um funcionário após o pedido para que ele diminuísse o volume. A Polícia precisou ser chamada.

O caso foi neste sábado (11), um dia após o homem dar entrada no pronto socorro da unidade. A secretaria afirmou que ele realizou exames, que foram avaliados pelo médico plantonista e, antes de receber alta ameaçou profissionais. Vídeos feitos dentro na ala médica mostram o paciente sentado em uma cadeira e ouvindo música no celular com som alto. Mesmo após ser informado que o barulho estaria incomodando pacientes, ele se recusou a baixar o volume.

Um profissional que trabalha na portaria da unidade foi chamado para auxiliar a situação, mas durante a conversa, o paciente retirou a parte superior do suporte do soro e quis agredir o servidor. O local ainda não tem serviço de segurança e a polícia precisou ser chamada.

Mas quando os policiais chegaram o paciente já tinha saído. Foi feito um boletim de ocorrência e a equipe policial informou aos profissionais de saúde que havia registro de outros boletins contra o homem por agressividade.