Operação da PF cumpre 8 mandados no Tocantins contra suspeitos de financiar o 8 de Janeiro

Ao todo, são cumpridos três mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão em sete estados e no Distrito Federal.

Compartilhe:

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (29), a Polícia Federal (PF) deflagrou a 25ª edição da Operação “Lesa Pátria”, com objetivo investigar suspeitos de fomentar e financiar os atos antidemocráticos ocorridos em 8 de janeiro de 2023, quando manifestantes golpistas invadiram as sedes dos três poderes em Brasília (DF).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

No total, estão sendo cumpridos 34 mandados judiciais, sendo 24 de busca e apreensão, três de prisão preventiva e sete de monitoramento eletrônico, todos expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Das ordens judiciais, oito foram expedidas para o Tocantins.

PF não informou a lista por cidades onde os mandados estão sendo cumpridos.

Segundo a corporação, foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Estima-se que a quantia dos danos causados ao patrimônio público possa chegar a R$ 40 milhões.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, destacou a PF.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp

Os mandados estão sendo cumpridos em sete estados e no Distrito Federal, distribuídos da seguinte forma:

Mandados de busca e apreensão:

  • Tocantins: 8
  • São Paulo: 6
  • Mato Grosso do Sul: 8
  • Paraná: 3
  • Rio Grande do Sul: 1
  • Minas Gerais: 1
  • Distrito Federal: 2

Mandados de prisão preventiva:

  • São Paulo: 1
  • Distrito Federal: 2

Monitoramento com tornozeleira eletrônica:

  • Mato Grosso do Sul: 1
  • Paraná: 3
  • Rio Grande do Sul: 1
  • São Paulo: 1
  • Minas Gerais: 1