No Jalapão: Construção de ponte é paralisada após descoberta de sítios arqueológicos em estrada

Estrutura fica sobre o Rio Vermelho, entre Lagoa do Tocantins e São Félix do Tocantins e faz parte da obra de pavimentação da TO-247.

Compartilhe:

As obras de construção de asfalto na TO-247, entre Lagoa do Tocantins e São Félix, na região turística do Jalapão, tiveram alguns trechos paralisados. A construção da ponte sobre o Rio Vermelho foi suspensa por causa de sítios arqueológicos que foram encontrados no local. A obra só será iniciada após a liberação do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Durante as obras, o Iphan registrou vários materiais de dois sítios arqueológicos. Os elementos encontrados vão passar por análises laboratoriais. O arqueólogo do instituto, Romulo Macedo, conta como é o trabalho de monitoramento arqueológico. “Fica um arqueólogo na frente da obra para observar se aparece algum sítio durante as obras que envolvem revolvimento de solo e que não foram identificados nas etapas anteriores da pesquisa.

Caso apareça algum sítio, o arqueológo determina que a obra seja parada naquele trecho ate o sítio ser resgatado”, explica Romulo Macedo.

Pavimentação asfáltica

A previsão de conclusão das obras de pavimentação da rodovia seria para junho de 2024. São 50 quilômetros que vão ser asfaltados, com o custo de R$ 59,7 milhões ao Estado. O Governo do Tocantins informou que o trecho já conta com 32,1 km de asfalto pronto.