Mulher suspeita de matar ex-companheiro a facadas é presa em Paraíso do Tocantins

Segundo a polícia, a mulher de 40 anos era alvo de perseguição e alega ter esfaqueado o homem em legítima defesa.

Compartilhe:

Uma mulher de 40 anos foi foi presa em Paraíso do Tocantins, na região central do estado. Segundo a Polícia Civil, ela é suspeita de assassinar a facadas seu ex-companheiro de 47 anos. O homicídio ocorreu em 5 de outubro durante um evento na cidade. A suspeita alega ter esfaqueado o homem em legítima defesa.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A prisão aconteceu na última segunda-feira (13), por agentes 6ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deic), durante a “Operação Paz”. A identidade da mulher não foi revelada.

De acordo com o delegado Antônio Onofre Oliveira da Silva Filho, encarregado das investigações, a suspeita manteve um relacionamento amoroso com a vítima por aproximadamente 12 anos. Após a separação, ela passou a ser alvo de perseguição por parte do homem.

No dia dos fatos, a mulher relatou aos policiais que estava participando de um evento na cidade, no setor Vila Regina, quando seu ex-companheiro se aproximou empunhando uma faca, tentando atacá-la.

Ela alegou ainda que o homem perdeu o equilíbrio e caiu ao chão, momento em que ela tomou a faca e desferiu três golpes, conforme relatou o delegado por meio da assessoria.

Autuada na 6ª Deic, a mulher enfrentará responsabilidade judicial pelo crime de homicídio.