Mulher morre após ser baleada durante roubo em chácara na região sul de Palmas

Elisangela Ferreira da Costa, de 32 anos, foi atingida no pescoço e não resistiu. Ela e um cunhado teriam enfrentado os criminosos que tinham praticado roubo, momentos antes.

Compartilhe

Uma mulher foi assassinada na noite deste sábado (17), na região sul de Palmas. Elisângela Ferreira da Costa, de 32 anos, foi atingida por um tiro no pescoço no momento em que ela e um cunhado enfrentaram criminosos que tinham praticado roubo, momentos antes. Segundo a Polícia Militar, os crimes aconteceram em uma chácara no setor Irmã Dulce.

De acordo com a PM, testemunhas relataram que estavam reunidos na chácara, quando dois homens chegaram ao local e anunciaram um assalto. Eles fizeram ameaças, roubaram dois celulares e agrediram Elisângela com uma coronhada. Em seguida, fugiram em um carro, de cor prata.

As testemunhas relataram ainda que durante a fuga, o carro dos criminosos apresentou problemas mecânicos perto da chácara, momento em que Elisângela e um cunhado correram em direção aos criminosos. Segundo a PM, o cunhado tentou tomar a arma dos suspeitos, mas eles efetuaram dois disparos, sendo que um dos tiros atingiu a vítima.

Depois, os criminosos conseguiram fazer o carro funcionar e continuaram a fuga. Elisangela chegou ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A PM informou ainda que as características dos criminosos foram repassadas e que logo após, houve a confirmação de outro roubo em uma conveniência, localizada em um posto de combustíveis. A informação é que os suspeitos estavam em um carro com as mesmas características.

Os policiais foram até o posto e se depararam com um homem em uma motocicleta, com um galão para transportar combustível. Questionado, ele informou à PM que iria comprar gasolina para colocar em um carro no Jardim Aureny IV. Diante da suspeita, os policiais acompanharam o homem até o veículo, onde confirmaram ser um carro semelhante ao usado nos roubos.

O carro e a motocicleta foram levados para a 2ª Central de Atendimento da Polícia Civil, onde o suspeito foi submetido a um procedimento de reconhecimento. A testemunha teve dúvidas do envolvimento do suspeito no crime. Por causa disso, o homem foi ouvido e liberado.

Já os veículos foram apreendidos para averiguação. Um aparelho celular que estava com o o homem também foi apreendido.

Foto: Divulgação