Justiça aceita denúncia contra homem suspeito de matar esposa e atirar contra enteada

Crime aconteceu no dia 28 de junho em Lagoa do Tocantins. Esposa do réu foi morta com três tiros, sendo que um atingiu a cabeça.

Compartilhe:

O Lavrador José Nilton Rodrigues Lima, de 56 anos, tornou-se réu em um processo pelos crimes de feminicídio e tentativa de feminicídio contra sua esposa e enteada, respectivamente. A Justiça aceitou a denúncia contra ele pelos fatos ocorridos em Lagoa do Tocantins, no interior do estado.

O crime ocorreu no dia 28 de junho deste ano, e o lavrador foi preso dois dias após o ocorrido. Conforme a denúncia do Ministério Público, enviada ao Judiciário em 15 de julho, José Nilton teria cometido um ato de violência doméstica contra sua esposa, Elsimar Fernandes Araújo, de 36 anos, atirando com uma espingarda nela três vezes, sendo dois tiros nas costas e um na cabeça.

Laurivania Fernandes, filha de Elsimar, também foi alvejada por um tiro, mas conseguiu escapar dos demais disparos e fugir do agressor.

O lavrador e sua esposa estavam juntos há aproximadamente cinco anos. No dia do crime, eles começaram a ingerir bebida alcoólica na casa em que moravam. Elsimar, que sofria de asma, passou mal e foi ao hospital usando a motocicleta do marido.

Foto: Divulgação

Ao perceber que sua esposa havia saído, José Nilton ficou enfurecido e, quando ela retornou, iniciou uma briga. O Ministério Público afirma que ele estava desconfiando de Elsimar, o que deu origem à discussão que culminou no feminicídio.

A defesa do acusado havia solicitado sua absolvição sumária em julho, porém, a juíza Aline Marinho Bailão Iglesias, da 1ª Escrivania Criminal de Novo Acordo, negou o pedido na quarta-feira (2) e ratificou o recebimento da denúncia. Uma audiência sobre o caso foi agendada para o dia 1º de setembro.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.