Jovens são presos suspeitos de matar comerciante de 81 anos para roubar R$ 5 mil

Crime aconteceu em Novo Acordo, na região central do Tocantins. Segundo a polícia, vítima foi morta com um golpe de mata-leão no pescoço.

Compartilhe:

Dois jovens foi presos suspeitos de terem matado o comerciante Afonso Alves Carvalho, de 81 anos. De acordo com a polícia, o crime teria sido motivado pelo roubo de R$ 5 mil pertencentes à vítima. O homicídio aconteceu em 31 de janeiro, na cidade de Novo Acordo.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Os suspeitos presos tem idades de 18 e 20 anos e não tiveram suas identidades divulgadas.

O delegado Fabrício Piassi relatou que “no dia do delito, um dos envolvidos observou quando a vítima efetuou um saque considerável em sua conta bancária. Em seguida, convidou o outro suspeito para subtrair o dinheiro do idoso”.

Afonso Alves, que possuía um estabelecimento comercial onde residia, foi abordado pela dupla no momento em que fechava o bar, já ao anoitecer.

Jovens são presos suspeitos de matar comerciante de 81 anos para roubar R$ 5 mil
Comerciante Afonso Alves Carvalho tinha 81 anos

Conforme detalhado pela polícia, um dos suspeitos conseguiu acessar o interior do bar ao destelhar o banheiro, posteriormente abrindo a porta dos fundos para a entrada do outro cúmplice.

Ambos dirigiram-se ao quarto da vítima, o qual estava trancado. Após arrombar a porta, depararam-se com o idoso, que reagiu à tentativa de roubo.

“Um dos agressores aplicou uma técnica conhecida como ‘mata-leão’, apertando o pescoço da vítima com as mãos, resultando na sua morte por asfixia mecânica decorrente de estrangulamento. Após o óbito do idoso, os indivíduos reviraram o local e subtraíram a quantia de aproximadamente R$ 5 mil, evadindo-se logo em seguida”, explicou o delegado.

Inicialmente, a polícia havia declarado não haver sinais evidentes de violência. No entanto, exames posteriores confirmaram que o idoso foi vítima de homicídio por asfixia.

As detenções ocorreram por agentes da 6ª Regional de Porto Nacional, seguindo ordens de prisão preventiva emitidas pelo judiciário. Um dos suspeitos foi localizado em Lizarda, enquanto o outro foi capturado em Novo Acordo.

Após os procedimentos legais, ambos foram encaminhados à Unidade Prisional de Palmas.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp