Jovem com tornozeleira eletrônica é suspeito de invadir loja e furtar R$ 15 mil em produtos na região sul de Palmas

Rapaz foi preso, ele tem 20 anos e passagem por roubo e tráfico de drogas foi preso. PM continua as buscas para encontrar outros envolvidos no crime.

Compartilhe

Rapaz foi preso, ele tem 20 anos e passagem por roubo e tráfico de drogas foi preso. PM continua as buscas para encontrar outros envolvidos no crime.

A Polícia Militar deteve um dos suspeitos de invadir uma loja, no Jardim Aureny IV, região sul de Palmas, e furtar R$ 15 mil em produtos. A prisão foi registrada neste sábado (12). Segundo a corporação, o rapaz tem passagens por roubo e tráfico de drogas, e no momento da detenção, usava tornozeleira eletrônica.

A PM informou que equipes continuam em diligências a fim de localizar os demais envolvidos no furto.

O crime aconteceu na madrugada da última sexta-feira (11). Quatro criminosos arrombaram o estabelecimento, levaram produtos e, pouco tempo depois, voltaram com mochilas para conseguir furtar mais peças. Vídeos da câmera de segurança mostram os homens escolhendo as roupas. O furto aconteceu dois meses após a inauguração do estabelecimento.

O criminoso capturado foi localizado em uma quitinete, na Rua 32, do Jardim Aureny III. No local, os policiais apreenderam 176 peças, entre roupas, calçados, óculos e um monitor, furtados do estabelecimento comercial. Questionado pelos policiais sobre os produtos, ele alegou que um conhecido havia deixado na residência.

Ele foi detido e levado ao 5º Distrito da Polícia Civil, onde foi autuado pelo crime de receptação. O proprietário do estabelecimento comercial foi informado do fato e compareceu à Delegacia para reaver o material recuperado pela PM.

Assista o vídeo:

O crime

O furto ocorreu em uma loja de roupas e calçados, por volta de 1h da madrugada de sexta-feira, quando quatro homens teriam quebrado o cadeado e invadido o local.

O crime foi percebido no começo da manhã quando o dono do estabelecimento notou, pelo celular, que o local tinha sido invadido. Ao ver peças e cabides no chão ele foi ao local e confirmou o crime.

“Da primeira vez eles ficaram por 20 minutos. Levaram o que puderam. Voltaram umas 2h da madrugara e ficaram mais meia hora. Além das roupas e calçados eles levaram um computador, o ventilador da loja e até carregadores das máquinas de passar cartão. Eles [suspeito] deixaram até as sandálias usadas aqui “, disse o comerciante, que preferiu não se identificar.

O homem conta que tinha comprado peças novas e as araras estavam cheias de roupas que seriam vendidas na campanha do dia dos namorados.