Idoso preso por tráfico disse a PM que cultivava maconha para ‘fazer chá’

Caso foi registrado na zona rural de Recursolândia, na região centro-norte do Tocantins. Idoso só foi descoberto porque o filho foi denunciado por violência doméstica.

Compartilhe:

Um idoso de 60 anos acabou sendo preso após a Polícia Militar encontrar uma plantação de maconha que ele mantinha no quintal de casa para supostamente “fazer chá”. Segundo a corporação, ele foi descoberto porque o filho, que vivia na mesma propriedade, foi denunciado por violência doméstica.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A ocorrência foi registrada nesta segunda-feira (12) em uma propriedade na zona rural de Recursolândia, na região centro-norte do estado, a cerca de 20 quilômetros da área urbana. No local foram achados 20 pés de maconha, 300 gramas da droga prontas para o consumo, duas espingardas artesanais e R$ 1.355.

A PM disse que foi chamada ao local para averiguar uma denúncia de violência doméstica praticada contra uma mulher de 45 anos. A vítima tinha ferimentos visíveis nos braços, nas regiões abdominal e lombar, no olho esquerdo e no pescoço.

Ela contou que o agressor era seu esposo, filho do idoso, que estava subido há três dias. Os policiais entraram na casa para ajudar ela a recolher seus pertences e acabaram encontrando as armas e a droga.

Foto: Divulgação/PMTO

Logo depois, os policiais também encontraram a plantação de maconha a aproximadamente 15 metros da casa do idoso, que é sogro da mulher agredida. Ele confirmou ser dono das armas e disse que “plantava a maconha para consumo próprio, na forma de chá”.

O idoso disse ainda que chegou a emprestar as armas para o filho. Ele acabou sendo preso em flagrante por tráfico de drogas e foi levado para a Central da Polícia Civil de Pedro Afonso.

A mulher agredida também foi atendida e o marido dela será investigado.