Idoso é preso após fazer dezenas de disparos em posto de saúde no interior do TO; enfermeira foi baleada e passa por cirurgia

Crime aconteceu em Santa Maria do Tocantins. Investigações apontam que o atirador tinha intenção de matar um médico que trabalha na unidade.

Compartilhe

Um homem de 63 anos foi preso suspeito de entrar em um posto de saúde e fazer dezenas de disparos contra as pessoas que estavam no local. O ataque aconteceu na tarde desta quarta-feira (24), em Santa Maria do Tocantins, na região centro-norte do estado, Uma enfermeira de 51 anos acabou sendo baleada, sofreu um ferimento gravíssimo na mão e precisou passar por cirurgia.

De acordo com a polícia, testemunhas contaram que o alvo do suspeito seria um médico que atende na unidade.Após fazer os disparos o suspeito fugiu em uma caminhonete e foi encontrado pela Polícia Militar a cerca de 45 minutos após o crime. O homem estava transtornado e aparentemente sob efeito de bebida alcoólica.

Segundo o delegado Bernardo José Rocha, os profissionais de saúde e moradores que estavam dentro da Unidade Básica de Saúde (UBS) durante um ataque a tiros precisaram se abrigar para fugir dos disparos. Eles correram para escapar das dezenas de tiros.

O delegado disse ainda que o suspeito pretendia matar um médico da unidade, mas não conseguiu. “Quando ele começou a efetuar os disparos todos os funcionários e também os populares que ali estavam se abrigaram em salas. O indivíduo acabou por balear uma enfermeira com uma espingarda calibre 12, atingindo-a na mão, resultando em ferimentos graves”, relata.

Com o idoso foram encontradas uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e dezenas de munições intactas e deflagradas dos dois calibres. Também foi encontrado um dispositivo que dispara flechas conhecido como “besta”, além de três flechas com pontas de ferro afiadas.

Foto: Divulgação/PMTO

No veículo do suspeito ainda foram localizados um litro de cachaça e remédios de uso controlado. O atirador foi levado para a delegacia de Pedro Afonso, onde foi autuado em flagrante por dupla tentativa de homicídio qualificado, disparo de arma de fogo, ameaça e desacato.

O idoso, que não tinha passagens pela polícia, foi encaminhado para o presídio de Guaraí. A Polícia Científica foi chamada e realizou a perícia no local dos disparos.