Idoso de 78 anos é indiciado por abusar de vizinha e das três filhas dela no norte do Tocantins

Crime aconteceu em Wanderlândia. Suspeito ameaçava as meninas, que tinham menos de 14 anos, e foi denunciado depois que tentou agarrar a mãe delas.

Compartilhe:

A Polícia Civil indiciou, Nesta quarta-feira (21), um idoso de 78 anos sob suspeita de estuprar uma mulher e suas três filhas. O crime ocorreu em uma chácara em Wanderlândia, localizada no norte do estado. O idoso e as vítimas residiam no mesmo terreno.

A mulher abusada tem 33 anos, enquanto suas filhas são menores de 14 anos. Segundo informações da Polícia Civil, o investigado realizava pequenos trabalhos na propriedade e estava morando de favor em um quarto construído no terreno.

As vítimas residiam a cerca de 50 metros desse quarto e frequentavam a casa da proprietária da chácara, uma idosa, para auxiliá-la em serviços domésticos, de acordo com o delegado, Márcio Lopes.

Aproveitando-se dessa proximidade, o idoso teria abusado sexualmente das crianças e da mãe, tocando em suas partes íntimas. Segundo a polícia, o abuso durou pelo menos seis meses, e o idoso ameaçava as vítimas para manter o crime em segredo.

Em 8 de maio, quando a mãe das meninas foi até a casa da idosa para realizar seu trabalho habitual, acabou sendo atacada pelo idoso, que tentou tocar em seu corpo. Para tentar escapar do abuso, a mulher reagiu dando um soco no idoso. Após esse incidente, as meninas decidiram contar sobre os abusos e chamaram a polícia para denunciar o caso.

Além disso, conforme a investigação, o idoso teria efetuado disparos com uma arma de fogo próximo à casa das vítimas em 31 de maio deste ano, com a intenção de intimidar a mulher e suas filhas. No mesmo dia, ele foi preso em flagrante pelos disparos e atualmente encontra-se na Casa de Prisão Provisória de Araguaína.

Espingarda apreendida pela PM
Foto: Divulgação/PM

A Polícia Civil informou que o inquérito foi concluído e encaminhado ao Ministério Público, e posteriormente será encaminhado ao Judiciário.