Homem paga programa sexual com celular, tenta registrar roubo do aparelho e acaba preso

Policiais descobriram que a localização dele na hora do suposto crime não batia com a versão contada no registro da ocorrência. Homem foi preso em flagrante por conta da denúncia falsa.

Compartilhe:

Um homem de 36 anos foi preso em flagrante após registrar uma ocorrência falsa na cidade de Araguaína, no norte do Tocantins. Ele alegou aos policiais que seu aparelho celular havia sido roubado, porém os investigadores descobriram que, na realidade, ele havia entregado o aparelho como forma de garantia de pagamento por um encontro sexual.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

De acordo com informações da Polícia Civil, o homem compareceu à delegacia na manhã de segunda-feira (8), relatando ter sido vítima de roubo nas proximidades da rodoviária da cidade. Ele afirmou ter pegado carona com um mototaxista, seguido o suposto ladrão e testemunhado a entrega do celular a uma mulher.

Após iniciarem as investigações com base nessas informações falsas, a equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos (DRR) de Araguaína localizou a mulher apontada como receptora do celular, a qual negou completamente a história relatada pelo indivíduo.

Os policiais então examinaram o histórico de localização do suposto “roubado”. Descobriram que sua localização no momento do suposto crime não coincidia com o que ele havia alegado no registro da ocorrência. Ele estava na região da feira e não próximo à rodoviária, como havia informado.

Ao ser confrontado com essa evidência, o homem admitiu ter inventado toda a história. Revelou que o celular havia sido entregue como pagamento por um encontro sexual com a mulher em questão.

Por falsa acusação, o ele foi detido em flagrante e encaminhado para a unidade penal regional, onde aguarda audiência de custódia sem direito a fiança.

O homem, que não teve a identidade revelada, é acusado do crime de denunciação caluniosa, cuja pena prevista varia de 2 a 8 anos de reclusão.