Homem confessa assassinato após ser encontrado coberto de sangue em rua

Crime aconteceu em Araguaína, no norte do Tocantins. Após levar um mata-leão, vítima foi morta com com golpes de pedaço de meio-fio na cabeça.

Compartilhe:

Um homem identificado como Willian Pereira de Sousa, de 34 anos, foi morto brutalmente com pedaço de meio-fio na madrugada deste domingo (7) em Araguaína, no norte do estados. Segundo a Polícia Militar, a vítima sofreu graves ferimentos na cabeça, resultando em afundamento facial. O suspeito foi detido após ser avistado por policiais em uma viatura, ainda coberto de sangue.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Conforme relato da PM, por volta das 3h, enquanto atendia outra ocorrência no setor Raizal, uma equipe avistou um homem de 25 anos perambulando pela região ensanguentado. Ao notar a viatura, ele imediatamente se entregou, afirmando ter cometido um homicídio.

O suspeito, que não teve o nome divulgado, foi então detido, colocado na viatura e conduziu os policiais até o local do crime. No local, encontraram Willian Pereira caído no chão, com graves lesões na cabeça. Apesar da tentativa de socorro do Samu, o óbito foi confirmado.

Ele contou aos policiais que ele estava sentado na frente de sua residência quando a vítima passou e o encarou de maneira ameaçadora. Alegou ainda que Willian Pereira retornou e iniciou uma briga.

Durante o confronto, o suspeito afirmou que aplicou um “mata-leão” na vítima, que acabou desmaiando. Em seguida, utilizou um pedaço de meio-fio encontrado na via para desferir golpes na cabeça de Willian Pereira.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização da necropsia, enquanto a perícia esteve no local. O caso foi registrado na delegacia, onde o suspeito foi autuado em flagrante por homicídio doloso.

De acordo com informações adicionais da PM, o suspeito possui antecedentes criminais por receptação, ameaça, posse de drogas, desobediência, desacato, dano e roubo.