Funcionária que sofreu queimaduras de 3º grau após explosão em churrascaria morre no hospital

Caso aconteceu em Palmas e incêndio teria começado após funcionária tentar colocar álcool em fogareiros que mantêm comida aquecida. Outras 4 pessoas ficaram feridas no incidente.

Compartilhe:

A jovem Joicy da Silva Tavares, de 21 anos, que sofreu queimaduras de terceiro grau durante uma explosão em uma churrascaria de Palmas, morreu após ser internada no Hospital Geral de Palmas (HGP). Joicy era funcionária do estabelecimento, e seu óbito foi confirmado na madrugada desta quinta-feira (4).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O incidente ocorreu na tarde de quarta-feira (3) na sede da churrascaria na quadra 1.206 Sul. A suspeita é que a explosão se deu quando uma funcionária estava colocando álcool em um rechaud, utilizado para manter alimentos aquecidos. A tragédia levou à suspensão das atividades da empresa pelos próximos três dias, conforme anunciado pelo estabelecimento.

Além de trabalhar no restaurante, Joicy era estudante do curso de engenharia elétrica do Instituto Federal de Educação do Tocantins (IFTO).

A polícia suspeita que a funcionária responsável pelo início do incêndio não percebeu que o equipamento estava com as chamas acesas. O fogo teria atingido o recipiente com álcool que estava em suas mãos, causando queimaduras e dando início ao incêndio. Outras quatro pessoas que estavam na churrascaria foram atingidas pelas chamas, segundo a Polícia Militar.

Quatro pessoas ficam feridas após cozinha de restaurante explodir em Palmas
Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou que quatro vítimas foram atendidas pelo SAMU. Uma delas teve queimadura de segundo grau e foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região norte, enquanto as outras, com queimaduras de terceiro grau, foram levadas para o HGP.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) lamentou o falecimento de Joicy da Silva Tavares e informou que está prestando assistência às vítimas. O estado de saúde dos demais pacientes não foi divulgado.

A Temperus Churrascaria 1206 Sul emitiu uma nota lamentando o ocorrido, assegurando que está apurando os fatos e cooperando com as autoridades para esclarecer todos os detalhes. A empresa destacou seu compromisso com a segurança e integridade de sua equipe e clientes.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.